Lost in translation

Há certas chalaças para as quais, por mais que tentemos, não se consegue encontrar uma tradução nem literal nem  aproximada sem perder a piada. Acontece do português para o inglês e vice versa. Quem é do tempo do “Allo, Allo” compreende bem o que falo (quem não é pode, e deve, comprar o DVD em qualquer fnac, worten ou media markt ou, se vive por estas bandas, na HMV ou na amazon), com as piadas britânicas a perderem-se na tradução para o português e fazerem rir a bandeiras despregadas quem entendia as conversas entre René, Madame Edith, Yvette, Michelle (from the resistance), Leclerc e, claro, com o polícia que achava que sabia falar francês e que era o que mais pontapés dava na gramática.

Mas há algumas portuguesas do género como a que me mostraram ontem e me puseram a rir juntamente com o colega português que ma enviou, em plena sala de medicação, rodeados de colegas inglesas que olhavam para nós sem entenderem a razão de tanta risota:

unnamedEsta realmente é daquelas cuja piada se perde completamente na tradução mas que ainda me põe a rir de cada vez que a leio.

 

Anúncios

Um comentário a “Lost in translation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s